Actividades

Emergência ciclone Idai: Campanha de recolha de fundos em Espanha

As associações da medicusmundi em Espanha, lideradas pela medicusmundi mediterrània e da sua sede em Barcelona, lançaram uma campanha de solidariedade para arrecadar fundos para atuar a curto e médio prazo na emergência produzida em Moçambique pelo Ciclone Idai. 

Cuidados de Saúde Primários

Estima-se que cerca de 3 milhões de pessoas tenham sido diretamente afetadas pela passagem do ciclone em Moçambique, Zimbábue e Maláui, na que já é considerada uma das piores catástrofes climáticas das últimas duas décadas no Sudeste de África.

As associações da medicusmundi em Espanha, lideradas pela medicusmundi mediterrània e da sua sede em Barcelona, lançaram uma campanha de solidariedade para arrecadar fundos para atuar a curto e médio prazo na emergência produzida em Moçambique pelo Ciclone Idai. 

Estima-se que cerca de 3 milhões de pessoas tenham sido diretamente afetadas pela passagem do ciclone em Moçambique, Zimbábue e Maláui, na que já é considerada uma das piores catástrofes climáticas das últimas duas décadas no Sudeste de África.

Os recursos obtidos serão destinados a Moçambique, o país mais afetado. Quase um mês depois do Ciclone Idai, de acordo com os dados do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA), no dia 13 de abril, 1,85 milhão de pessoas em Moçambique ainda precisam de assistência humanitária, o número oficial de mortos era de 603 pessoas, o número de feridos era de 1.600, o número de casas destruídas era de 239.731 e o número de deslocados nos centros de acomodação era de 73.296.

Numa primeira fase, serão este fundos atribuídos para fornecer kits básicos de higiene e alimentos às pessoas afetadas em Sofala, em colaboração com a Cruz Vermelha.

Numa segunda fase, os fundos serão utilizados, em colaboração com as autoridades do país e organizações da sociedade civil, para reforçar a capacidade de resposta da rede de saúde na cidade da Beira, contemplando também a resposta em casos de emergência e pós-emergência. emergência. Trabalharemos em:

(1) Melhoria das infraestruturas e equipamento dos centros de saúde afetados

(2) Desenho e implementação de planos operacionais de prevenção e redução de desastres da rede de saúde.

(3) Formação de pessoal

(4) Criação de comités de gestão de risco

(5) Trabalho com as comunidades para fortalecer o vínculo com o sistema de saúde

 

Este é o site da campanha www.medicusmundi.cat/emergencia-mozambique que também se está a difundir nas redes sociais.

Apoia-nos tu também a divulgar esta informação!

 

Informação Relacionada

Outras actividades